top of page

OPAS declara que o Brasil é forte e fala que o SUS precisa ter uma Atenção Primária forte


A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) esteve presente no 37º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Congresso do Conasems). A vice presidente da FENASCE e secretária geral do SINDACS-PE Ilze Mendes e o diretor da FENASCE e do SINDACS-PE Jorge Alberto, também participaram do evento. Durante a cerimônia de abertura, realizada na noite da segunda-feira (17), em Goiânia, no estado de Goiás. A representante da OPAS e da Organização Mundial de Saúde (OMS) no país, Socorro Gross, reforçou a importância da ampliação de esforços para garantir que o Sistema Único de Saúde (SUS) possa atender as necessidades de saúde de toda a população, em todos os cantos do país.


“O Brasil é forte porque é diverso, e o SUS tem que responder a essa diversidade com resiliência, atenção primária forte, recursos necessários, saúde digital e valorização dos trabalhadores de saúde”, destacou.


O diretor da OPAS, Jarbas Barbosa, também participou da cerimônia de abertura por meio de um vídeo, no qual destacou a importância da parceria permanente da OPAS com o Conasems “um dos atores centrais no desenvolvimento do SUS, com uma fórmula de gestão democrática para a saúde que atribui aos municípios o papel de protagonistas”.


O Congresso do Conasems é realizado anualmente e reúne secretários e secretarias de saúde dos municípios brasileiros. Com o tema “O SUS que falta no Brasil”, a 37ª edição do Congresso celebrou também os 35 anos do Conselho.


Jacielma Cristina

Jornalista do SINDACS PE

4 visualizações

Comments


bottom of page