O diretor do SINDACS-PE Ricardo Alexandre e o diretor da AMACS, o ACS Gilson, participaram da reunião da comissão que visa construir as divisões das gratificações do Incentivo por Desempenho do Previne Brasil. A reunião foi realizada no município de Araripina, Sertão de Pernambuco, no último dia (08). Participaram também da reunião representantes de todas as categorias envolvidas no processo e os representantes da gestão, entre elas a secretária de saúde, Roberta Falcão, Jonas, Talita e Maria Elenilda. A reunião começou tensa devido a minuta do decreto que foi apresentada sendo totalmente prejudicial aos ACSs devido a parte que ficou para gestão 40% e o restante para os profissionais.


Sendo 25% para os enfermeiros, 35% para os ACS,s, 15% para os técnicos em enfermagem, 10% para os médicos, 5% para os dentistas, 5% para os técnicos de saúde bucal, 3% para os recepcionistas e 2% para os serviços gerais. Mostramos toda nossa indignação e falamos das nossas experiências em outros municípios que deram certo e estão dando resultados na construção das leis. Durante o encontro também apresentamos o Previne Brasil com a proposta que deu certo e que vem apresentando resultados satisfatórios.


Propomos a divisão igualitária onde é mais justa já que para alcançar as metas dependemos de todos os profissionais que colaboram nos indicadores já que todos têm a mesma importância. O representante dos enfermeiros não aceitou nesse momento a proposta e a reunião ficou tensa. Nós enquanto representantes dos ACS, não abrimos mão dos nossos direitos. Fizemos uma apresentação de todo recurso do Previne Brasil que chegou até o momento no município. A secretária de saúde propôs uma nova reunião para o dia 14 de fevereiro de 2022 no mesmo local para através do voto decidirmos. Juntos somos fortes!



Jacielma Cristina

Jornalista do SINDACS PE

139 visualizações